Sustentabilidade

Atiaia Energia

As Pequenas Centrais Hidrelétricas são consideradas empreendimentos de baixo impacto ambiental. Ainda assim, a Atiaia Energia faz questão de desenvolver e implantar diversos programas de preservação socioambiental nas regiões e comunidades próximas às suas usinas, cumprindo rigorosamente todas as exigências das licenças ambientais emitidas pelos órgãos competentes. Além disso, todas as usinas operam em regime a fio d'água, onde o nível do reservatório é regulado automaticamente, mantendo-se constante sem alterar o fluxo da água no rio.

Vivix

A fábrica utiliza as mais modernas práticas de sustentabilidade do mundo e possui o único espelho produzido no país com 100% de reciclagem da água e da prata aplicadas no processo. Como referência de gestão energética, emprega em seu processo produtivo a tecnologia L.E.M.™ (Low Energy Melter™), inédita no Brasil, que permite a redução da emissão de gases de efeito estufa em comparação com a média mundial das indústrias do mesmo segmento. O uso de matriz energética menos poluente para fusão do vidro, gestão de resíduos como caco de vidro e coleta seletiva, captação da água das chuvas para utilização no sistema produtivo e reuso contínuo dos efluentes gerados na unidade, entre outras iniciativas, também contribuem para tornar o processo ecoeficiente.

Iron House

A empresa atua de forma moderna e responsável na criação de espaços urbanos que proporcionem uma nova forma de viver, respeitando e valorizando seus ativos culturais, históricos e ambientais. Na Reserva Camassarys, na Bahia, o paisagismo foi concebido para valorizar a biodiversidade da flora brasileira, incluindo o plantio do Camassary – árvore que deu origem ao nome da cidade. Já o Four Seasons São Paulo será um dos primeiros hotéis da rede a ganhar a certificação internacional LEED (Leadership in Energy and Environmental Design) que atesta os requisitos de sustentabilidade como otimização de gestão de energia, água e resíduos, redução de emissão de carbono e construção verde, com utilização de materiais reciclados e baixo impacto no meio ambiente.

Cimento Bravo

Com o objetivo de maximizar a eficiência, competitividade e sustentabilidade das operações de descarga dos navios de clínquer (principal matéria-prima do cimento) para o abastecimento da unidade de São Luís, a Cimento Bravo adquiriu duas moegas ecológicas. Esses equipamentos são compostos de filtros e pontos de exaustão, entre outros mecanismos que diminuem a emissão de particulados. Com a utilização dessas moegas, a descarga do material tornou-se referência de operação limpa, segura e eficiente.